Conferência discute Assistência Social no município de Belém

Da Redação - Agência Belém de Notícias - 06/07/2017 10:50

  • / DIREITOS / 06/07/2017 10:50

    Adriana Azevedo, presidente da Funpapa,explica que a conferência é uma forma de reforçar o trabalho assistencial no município de Belém

  • / DIREITOS / 06/07/2017 10:50

    Maria de Lourdes,usuária do Centro de Convivência da Terceira Idade Zoé Gueiros, fez questão de participar da discussão sobre o trabalho feito pelo município

  • / DIREITOS / 06/07/2017 10:50

    O secretario Extraordinário de Estado de Integração de Políticas Sociais, Heitor Pinheiro, também compareceu à abertura da Conferência

  • / DIREITOS / 06/07/2017 10:50

    Esse ano a Conferência tem como tema “Garantia de Direitos no Fortalecimento do Sistema Único de Assistência Social”

  • / DIREITOS / 06/07/2017 10:50

    Assistente Social, Elzima Serra vê a conferência como uma forma de propor e discutir temas relacionados à profissão que exerce


Trabalhando há três anos no Centro de Referência de Assistência Social (Cras) no bairro do Aurá, Elzima Serra procura estar sempre envolvida em eventos que tragam maior conhecimento para sua área de atuação. Nesta quarta-feira(6), a assistente socila foi uma das primeiras a chegar ao Centro de Eventos, Ismael Nery, no Centur,onde foi realizada a abertura da X Conferência Municipal de Assistência Social.“Sempre procuro participar da conferência, é uma forma de estar por dentro das demandas da política assistencial, é uma forma de propor e discutir temas relacionados a minha profissão”, explica.

A Conferência Municipal de Assistência Social é promovida pelo Conselho Municipal de Assistência Social (CMAS), com apoio da Prefeitura de Belém, através da Fundação Papa João XXIII (Funpapa). Realizada a cada dois anos, a conferência tem como objetivo levantar propostas e debater demandas a respeito da assistência social, com a participação das entidades governamentais, dos usuários e dos trabalhadores que fazem parte da assistência social.

Segundo Norma Carvalho, presidente do Conselho Municipal de Assistência Social, o evento é uma oportunidade para que as pessoas envolvidas no âmbito assistencialista avaliem a política assistencial e elaborem propostas para a área. “ Nesses dois dias de evento serão levantadas propostas pelos grupos, que serão levadas para a conferência estadual, que vai ser realizada no mês de agosto”, explica.

Esse ano a Conferência tem como tema “Garantia de Direitos no Fortalecimento do Sistema Único de Assistência Social”, como o objetivo de discutir o Sistema Único de Assistência Social (SUAS), que organiza duas vertentes da assistência social:a Proteção Social Básica, destinada à prevenção de riscos sociais e pessoais, ofertando programas, projetos, serviços e benefícios a pessoas e famílias em situação de vulnerabilidade social e a Proteção Social Especial, destinada a famílias e pessoas que se encontram em situação de risco e que tiveram seus direitos violados por motivo de abandono, maus-tratos, abuso sexual e uso de drogas.

A aposentada Maria de Lourdes da Silva é usuária do sistema único de assistência social, ela frequenta o Centro de Convivência da Terceira Idade Zoé Gueiros, que promove atividades de convívio para idosos, no bairro do Tapanã. Inscrita na conferência, no segmento de usuária, a aposentada fez questão participar do evento. “ É uma forma de nós, que usamos os espaços assistencialistas, darmos a nossa contribuição para a melhoria dos programas”,afirma.

De acordo com a Presidente da Funpapa, Adriana Azevedo, a conferência é uma forma de reforçar o trabalho assistencial no município de Belém. “ Nó podermos estar discutindo o assistencialismo junto com o usuário é importante, pois ele usa o serviço e precisamos desse retorno, para sabermos onde precisamos melhorar, onde precisamos alcançar mais. Para o município de Belém é um momento muito importante, reunir todos os entes envolvidos na política de assistência social visando o fortalecimento da área”, explica.

Presente na abertura do evento o Secretario Extraordinário de Estado de Integração de Políticas Sociais, Heitor Pinheiro, ressalta o envolvimento dos usuários e das entidades assistenciais. “Esse é o momento em que o poder público poderá ouvir as demandas da população representada pelo segmento dos usuários”.

A programação da X Conferência Municipal de Assistência Social, encerra nesta quinta-feira,06, com debates, formação de grupos, apresentação de relatórios e com a eleição dos delegados para a conferência estadual.

Texto: Victor Miranda
Foto: Alessandra Serrão - NID/Comus
Coordenadoria de Comunicação Social (COMUS)