Sexta-feira é dia de alegria para as crianças internadas no HPSM Mário Pinotti

Da Redação - Agência Belém de Notícias - 14/07/2017 19:19

  • / Humanização / 14/07/2017 19:19

    Parceria entre Sesma e grupos sociais garante programação variada todas as sextas-feiras, para as crianças internadas no PSM Mário Pinotti.

  • / Humanização / 14/07/2017 19:19

    Samuel Aflalo, diretor do Pronto Socorro, Mário Pinotti, apresenta o grupo Mais Amor aos pacientes.

  • / Humanização / 14/07/2017 19:19

    Ação do grupo Mais Amor fez a diferença na rotina desta sexta-feira,14, na ala pediátrica do HPSM.

  • / Humanização / 14/07/2017 19:19

    Maise Guedes, do grupo Mais Amor.

  • / Humanização / 14/07/2017 19:19

    Sessão de cinema divertiu crianças e adultos na pediatria do HPSM.

  • / Humanização / 14/07/2017 19:19

    Para Liliane Barbosa e o filho Josué, há onze dias internado no hospital, a programação trouxe conforto num momento difícil.


As sextas-feiras das crianças internadas no Hospital Municipal de Pronto Socorro Mário Pinotti não são mais as mesmas. Há cerca de um mês a Secretaria Municipal de Saúde, em parceria com grupos sociais de Belém, vem desenvolvendo ações  que  levam alegria à ala pediátrica do hospital, por meio de uma programação especial com atividades voltadas aos pacientes.

Nesta sexta-feira, 14, o grupo Mais Amor promoveu uma sessão de cinema, com a exibição do filme “Um Bom Dinossauro”, para cerca de 40 crianças. 

A balconista Liliane Barbosa, 33 anos, mãe de Josué, 11 anos, que está internado há onze dias na pediatria do HPSM, fica emocionada ao comentar sobre a importância que este momento de distração significa para quem está em um hospital. “Estas pessoas estão trazendo um pouco de alegria pra gente nesse momento difícil. É muito bom saber que existem pessoas boas, que dedicam um pouco do seu tempo para amenizar a dor do outro”, disse Liliane. “Não tem sensação melhor do que ver um sorriso no rosto do meu filho depois de dias de internação”, completou.

Este sentimento de gratidão é um dos motivos que estimulam a líder de projetos sociais, Maise Guedes, a permanecer há mais de dois anos com o grupo Mais Amor. “Vamos até os hospitais para tentar facilitar a estadia do paciente e fazer com que ele esqueça um pouco do sofrimento de estar naquela situação. Fazemos isso com muito amor e alegria”, ressaltou.

O diretor do HPSM, Samuel Aflalo, explica que a iniciativa conta com parcerias de diversos grupos sociais e faz parte do programa de humanização do hospital, que tem desenvolvido atividades de formação aos servidores, com intuito de qualificar ainda mais o atendimento aos pacientes . “O atendimento humanizado é prioridade em nossa gestão. Trabalhamos para que o paciente e seus familiares se sintam acolhidos e que tenham confiança em nossa equipe”, afirmou.

Texto: Andreza Carvalho
Foto: Alessandra Serrão - NID/Comus
Secretaria Municipal de Saúde (SESMA)